RSS

O meu Cantar

17 jul

Cantar pra mim é mais que abrir a boca. É sentir o corpo todo se envolvendo na execução de uma canção. Sempre peço a Deus pra que toda vez que for entoar um cântico, que eu seja aquele cântico naquele momento. É muito fácil cantar por cantar. As pessoas sabem quando você está ou não colocando sua alma e coração na música. Tenho uma preocupação muito grande em relação a isso. Eu me esforço muito pra dar o melhor pra Deus e consequentemente, para aqueles que estão ao meu redor. É preciso sentir a canção. Mesmo havendo limitações em mim, amo um desafio. Observo muito aqueles que estão cantando ao meu redor. Já vi pessoas que se dão de corpo, alma e coração em suas interpretações, porém a grande maioria canta sem colocar sentimento no que estão fazendo. Falam que sou muito crítico, mas, é porque sei que as pessoas podem dar mais. Se alguém chegar pra elas e perguntar: “Esse é o seu melhor?” ficarão constrangidas. Mas uma crítica construtiva é sempre válida. Já ouvi tantas. O pior são aqueles que se dizem cantores e de fato não cantam coisíssima nenhuma. Outros nem se consideram cantores, mas possui o conjunto de qualidades que os tornam capazes. Terra Nova fala que Ludmila não é cantora e sim profeta. Concordo plenamente. É por isso que tenho sido edificado por suas canções proféticas. Não é preciso somente ter uma boa voz para se cantar. Há um conjunto de elementos que todo artista precisa ter. Exemplo: Sentimento, interpretação, segurança, presença de palco, carisma, gesticulação, respiração correta, interação, unção, etc.

Deus sempre exige mais de mim, porque, ele sabe que eu posso mais. Quando ouço uma canção, tanto as que já existem como as que descem do céu pra mim, eu preciso ouví-las dezenas de vezes. Eu não descanso até ser aquela canção pra algum momento específico. Busco a postura que aquela música exige. Os gestos que ela nos pede (às vezes ordena). O que mais me intriga é que eu só consigo ser uma determinada canção na hora da ministração. Nos ensaios eu me saio tão sem sal, graça, que às vezes chego a duvidar que poderá sair alguma coisa de excelente na hora em questão. Não sinto eu cantando. No ensaio sou eu, na hora do “vamos ver” é o Espírito Santo. Eu dou liberdade pra ele ministrar sobre mim, em mim e através de mim. Chegar no palco e transmitir algo que pode mudar a vida de alguém é uma tarefa de muita responsabilidade. Se não estou em sintonia naquele dia, nem subo no altar. O meu coração precisa estar em sintonia com o coração de Deus, porque, é de lá que saem os acordes perfeitos. Peço muito a Deus três coisas com relação a música: Sensibilidade, Bom Senso e Qualidade . Muitos começam bem, porém, quando chegam num certo momento, exatamento porque estão indo bem, relaxam. E não sabem porque são esquecidos. O êxito no chamado musical consiste no aperfeiçoamento constante do indivíduo. Tem gente achando que já sabe de tudo para prosseguir pelo resto da vida assim, só com elementos básicos e que servirão apenas por um tempo determinado. A vida é um constante aprendizado. Ninguém jamis saberá tudo sobre música ou qualquer outro assunto. É preciso buscar as atualizações, tanto da terra quanto do céu.

Assim eu sigo. Espero crescer mais no chamado que Deus confiou a mim. Espero ter ajudado você.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de julho de 2010 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: