RSS

Como a gente precisa entender: Música

13 dez

Realmente ainda há uma nuvem muita densa e escura quando se trata de música. Principalmente entre nós, os evangélicos.

Música é algo universal.

O ser humano é de um sistema complicado, mas, existem certas particularidades que estão no DNA de cada indivíduo. O Pai da música, Deus (e não o diabo), pôs sobre cada pessoa um desejo, uma fome por música. Qualquer pessoa sente a necessidade de ouvir uma canção em vários momentos de sua vida. Uns tem, de fato, o dom musical. O que interessa é que música integra o conjunto humano.

Temos uma dificuldade em entender que tipo de música podemos ouvir, cantar ou as duas coisas.

A música possui diversos estilos, vertentes, mas queremos espiritualizá-la. Música é música!

Quando cantamos uma canção de adoração na igreja, estamos cantando uma música.

Quando estamos numa festa e cantamos canções de alegria, continua sendo música.

Até num velório, muitas vezes entoamos cânticos que também são simples e puramente música.

Música evangélica é música. Música católica é música.

Não importa o som, melodia ou ritmo, tudo continua sendo música.

Agora, o que importa para nós, principalmete evangélicos é: O conteúdo.

Basicamente é isso no qual devemos nos preocupar. Já ouvi muita gente dizer: Eu não vou cantar aquela música porque ela não é de Deus. A música, em sua essência é de Deus. A letra quem decide é o ser humano porque faz parte da sua natureza decidir o que quer cantar. Muitas canções que são verdadeiras obras de arte são ignoradas por nós cristãos porque não são “evangélicas”. Não é assim que funciona. Assim como o sol nasce para bons e maus, justos e injustos, a música é para todos nós.

Já ouvi muito também a seguinta afirmação: Você não sabe como essa música foi gerada, sobre quais circunstâncias ela nasceu.

Sou radical quanto a isso: Pode ser ou estar drogado, bêbado e até mesmo endemoniado, a música vai além de qualquer um desses estágios deploráveis. Se um indivíduo tem a capacidade de compor uma canção e ela não me agride, não fere princípios éticos, morais e até mesmo teológicos, porque não posso ouvir?

É preciso estar muito consciente e firme em suas escolhas e deixar se influenciar somente por aquilo que traz alguma edificação pra nós.

Sou curado e sei o que devo e não devo ouvir.

Analise o que você está escutando. Não crie um ambiente musical limitado. Esteja aberto a experimentar um mundo de sons. Nossos ouvidos buscam, “caçam” por qualidade. Então, preste atenção no tipo, estilo musical, som ,melodia de uma canção e, principalmente, em seu conteúdo.

Paz!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de dezembro de 2010 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: