RSS

Ministério x Amizade

15 dez

Vamos falar um pouco sobre esse assunto.

Isso é algo muito comum nas igrejas. Mais comum do que se imagina.

Eu sempre fiz parte de uma denominação, mas, pouco mais de 4 anos houve uma direção do céu (MESMO!) pra eu ir para outra.

Entenda: O motivo foi o tempo de Deus na minha vida. Não saí porque estava decepcionado com alguém; Não saí porque não concordava com o pastor e sua metodologia; Não saí porque não era tão valorizado como deveria; etc

Saõ vários motivos que as pessoas tem para mudar de denominação. Quando saí de lá, saí na paz. Nunca tive problema algum com qualquer coisa ou situação nesse tempo. E olha que fiquei cerca de 20 anos nessa verdadeira escola pra mim.

Mas o fato é que, o motivo hoje para trocar de igreja é a chamada conveniência. “Fulano saiu. Eu gosto tanto dele. Pra qual igreja ele foi? Vou visitá-lo. Se eu gostar, fico”. Simples assim!

E quando é um amigo que sai? Eita!

A gente fica imaginando tanta coisa! “Porque ele saiu? Será que alguém o magoou? Será que teve algum problema com a liderança?”

Esquecemos do propósito de fazer parte do corpo de Cristo. É muito fácil mudar de igreja, mas, o que precisa mudar é o nosso coração.

Onde está a nossa motivação? Não pode estar no ser humano. Por mais que ele seja próximo de mim, não posso depositar minha fé e esperança nele.

O foco é Jesus e o chamado que Ele confiou a nós.

Aí dizemos que estamos tristes, desanimados, espiritualmete fracos. Não pedimos ajuda a quem REALMENTE deve se contar. Quem a gente procura? O “amigo”. Fala seus motivos do porque de sua saída e…nos convencemos. Damos razão e apoiamos sua decisão.

Uma amnésia toma conta de nós. Esquecemos daqueles que sonhavam conosco. Esquecemos daqueles que investiram em nós. Não lembramos daqueles que continuam insistindo para que estejamos na presença de Deus e em comunhão com os irmãos. Ouvimos o “amigo”. “O que passou, passou. Esse é um novo caminho pra mim!” Dizemos.

Ingratidão.

Quem achava-mos que era maduro revelou-se uma decepção amarga.

Quando nossos olhos são abertos e vemos que a conversa do “amigo” não era bem o que parecia ser, nos arrependemos. Tudo parece estar numa boa no primeiro momento. Aí a gente lembra de uma coisa básica na vida do cristão e que deveríamos ter feito antes de tomar uma decisão: Orar. Mas orar até obter resposta do céu.

É como diz a canção: ” Quando tudo parece estranho ao redor: Buscar Tua face é preciso, Deus! “

Onde você fincou suas raízes? Onde você estabeleceu sua morada?

Seu futuro depende das sementes que você lançou. Para que elas criem raízes é preciso tempo. Quantos lançando a semente e indo embora. Começam desnecessariamente tudo de novo.

Quer ver novamente o resultado das suas sementes? Regue com perdão. Não jogue fora aquilo que você levou tanto tempo pra conquistar por causa de motivos pessoais. Esteja sincronizado com a vontade do Pai. Consolidado na vontade do Pai.

Paz!

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de dezembro de 2010 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: